Aerojota
aerojotaclassificados Aerojota
(11) 94733-7020 Aerojota
(11) 3771-5737 Aerojota

Vai voar ? / Piloto Ruy Flemming

Esteja com a carteira de motorista a mão!


Vai voar? Esteja com a carteira de motorista a mão!


Já ouvi que os argumentos que levaram à extinção da boa e velha licença impressa em PVC se deu por conta de um piloto que fizesse um upgrade de licença, passasse de copila a cmte ou colocasse uma nova máquina na carteira, deveria pagar a impressão de nova licença na Casa da Moeda.

Por favor, me corrija se eu estiver errado.

Fiquei emocionado ao entender que a ANAC supostamente se preocupou com um piloto que vai economizar umas merrecas a cada três ou quatro anos, em média, caso se mantenha empregado por 30 anos de carreira voando na imensidão do céu azul, mas que muitas vezes é turbulento e acinzentado.

Não precisa ser muito antigo na aviação pra lembrar que, a cada revalidação ou inclusão, ou upgrade qlqr, uma nova licença deveria ser impressa em papel.

Confesso que, particularmente, fui contra o PVC, pq não tinha a validade da habilitação.

Errei. As coisas se ajustaram e o PVC se mostrou bastante eficiente.

Opa!!!!!!!!

É eficiente?!?

Pra que eficiência?!?

Peraí que dá pra mexer nessa coisa.

Conhecendo cabras muito bãos que conheço na ANAC, garanto que a mudança da PVC pro QR Code não foi unanimidade. Tenho certeza absoluta que teve gente que tenha previsto a bagunça que acabou acontecendo.

Na minha mais recente tentativa de seguir os passos da ANAC e fazer a coisa certa apareceu a mensagem “Não foi encontrado registros com estes dados.”.

Acho que a ANAC não teve tempo pra atualizar. Afinal, comecei há um “pouco mais de uma semana” na aviação. Meu primeiro voo foi em 1981.

Querida ANAC, teria gente preocupada e tentando resolver as barbaridades que estão acontecendo para que pilotos possam trabalhar?

“TODOS”, inclusive a própria ANAC tiveram tempo mais que suficiente pra verificar cada detalhe do que é um tripulante chegar ao seu avião e fazer o seu voo.

Barbaridades impensáveis passaram a acontecer.

- Cmte, quero ver um Plano de Voo em seu nome pra permitir sua entrada.

- Mas meu amigo! Eu não vou voar! Só preciso ir até o avião!

- Dançou, meu camarada! Se quiser ver qlqr coisa no seu avião, preencha PLN e depois cancela. Essas são as regras.

Regras? Quais? Qual é o “Mundo de Alice no País das Maravilhas” que esse povo vive?

- Cmte? De que?!? Tô nem aí se vc precisa decolar agora! Vai pra fila e aguarde! As regras aqui sou eu que faço e vc cumpre! Tá oquei?

Filas, filas e mais filas.

Absurdos, absurdos e mais absurdos.

Até o William Waack, que tbm é piloto, deu uma mão pra gente na CNN.

Resumindo o que ele falou, e é o sentimento de todos os pilotos, a ANAC trocou uma licença impressa na Casa da Moeda, que funcionava extraordinariamente bem, por uma folha impressa em papel A4, ou uma imagem salva no celular, que não costuma funcionar.

Ah! Deu certo a leitura do QR Code? - Agora me mostra sua identidade pra saber que vc é vc mesmo.

Torço pra eu estar mais uma vez errado, mas percebe que acessar uma aérea restrita de um aeroporto é só uma prerrogativa básica de um piloto?!? Pra que as filas? Ninguém previu ou ninguém se preocupou com isso?!?

Tomara que as situações exdrúxulas que estão acontecendo sejam só o reflexo da inabilidade da ANAC em prever TODAS as situações relacionadas à atividade de um piloto.

Nosso céu nem sempre é azul e bom pra voar.

Prezados companheiros comprometidos da ANAC, a última coisa que precisamos são turbulências inesperadas e acizentadas.

Tenho certeza que vcs têm capacidade de fazer muito melhor que isso!

Talvez voltar à velha e boa PVC da Casa da Moeda seja uma solução bacana. Tudo está lá. De máquinas que voa até a identidade.

Se eu não andar com uma folha de A4 amassada no bolso, pode ser que comprometa minha próxima decolagem. Acabou a bateria do celular? Dancei. Sim é fundamental ter minha carteira de motorista pra pilotar um avião.

Que Deus nos abençoe e nos livre de todo o mal.

Amém. Flemming

Coletivo prá cima. Cíclico á frente!

Piloto de Helicóptero Ruy Flemming, Coronel Aviador da Reserva da Força Aérea Brasileira.
Formou-se na Academia da Força Aérea Brasileira - AFA
Piloto do 1º Esquadrão de Instrução Aérea da AFA - 1º EIA, das Aeronaves T-25 e T-27 Tucano, formando centenas de Pilotos Militares na Academia
Piloto de Helicóptero Bell UH-1H do 2º/10º Gav - Busca e Salvamento - SAR -
Piloto da Esquadrilha da Fumaça entre os anos de 1992 e 1995 como #3 Ala Esquerda e #7 Isolado
Piloto de Helicótpero Agusta 109
Ex-Diretor da ABRAPHE - Associação de Brasileira de Pilotos de Helicópteros -

Autorizou transcrever seus artigos, causos, dicas e curiosidades aeronáutica de asa fixa ou rotativa. Para acompanhar o Aviador Ruy Flemming nas redes sociais, acesse o link a seguir RUY FLEMMING NO AR

GOSTOU? ENTÃO NÃO DEIXE DE ACOMPANHAR TODOS OS DIAS NESTA COLUNA MAIS UMA GRANDE HISTÓRIA!


Para ler mais causos, curiosidade e dicas de aviação, siga RUY FLEMMING no site AEROJOTA.

Curta nossa página no Facebook AeroJota Classificados  nosso site AEROJOTA, ou Instagram @aerojota onde você encontra classificados de produtos, serviços aeronáuticos, filmes, fotos de aviões, dicas  e tudo que seja de interesse ao público aeronáutico. Aqui você também pode divulgar qualquer coisa voltada à comunidade aeronáutica. É fácil e grátis.

Compartilhe:

Compartilhe:
Mais Notícias
  1. Copyright ® 2016 AeroJota - Todos os direitos reservados
  2. |
  3. Produtiva WD